pescaria de garoupas
Postado por: Henrique Sellin Categoria: PESCARIA SALTWATER Comentários: 0

Pescaria de Garoupas 30 milhas – Guia Bruno Oliveira

Bem vindo amigos pescadores a mais uma pescaria, e como hoje é Quinta Feira, você já sabe certo? Salt Water pessoal, isso mesmo! Toda Quinta Feira temos vídeo de pescarias em água salgada, dessa vez Pescaria de Garoupas.

A pescaria dessa vez foi realizada em Itanhaém, litoral do Estado de SP junto com a operação do Guia Bruno Oliveira. A nossa equipe foi formada por mim ( Henrique Sellin) , meu pai Odair Sellin, Leo Bertazolli e seu pai Luiz Bertazolli.

Veja o vídeo de Pescaria de Garoupas

Acompanhe o relato da pescaria de garoupas:

A ideia dessa pescaria foi em comemorar os dia dos Pais, um pouco atrasado, porém foi a única data que todos nós tínhamos disponíveis. Agora, porque decidimos levar nossos pais nessa pescaria e porque fomos atrás das garoupas?

Em uma pesca na Queimada Grande, encontramos um senhor de idade voltando das 30 milhas junto com o guia Bruno Oliveira no barco ao lado, enquanto voltávamos para a marinha.. Após alguns minutos de conversa reparamos que eles tinham pego muito peixe e perdido umas garoupas. O senhor do barco ao lado disse que pescou muito de pargueira. Notamos naquele momento que seria possível levar nossos pais se as condições de mar estivessem boas, afinal, mesmo sem experiência no mar nossos pais poderiam pindocar as iscas de pescaria de garoupas ou então explorar a pesca de pargos com isca viva.

Henrique Sellin e o seu troféu.

Chegado o tão esperado dia da pescaria, estávamos preparados para 4 tipos de modalidade de pesca oceânica: Pesca de Garoupa com Shad, Micro Jig, Slow Jig e Pesca de Pargueira.

Para mais infos sobre essas modalidades, clique no link acima para uma definição mais completa de equipamentos e técnicas.

A pescaria foi abençoada, tivemos muita ação…. muita mesmo. Foram embarcadas no total 4 garoupas sendo a maior delas de 25kg capturada pelo pescador Odair Sellin. As garoupas foram soltas com a técnica de soltura correta, perfurando a bexiga natatória. Acertamos também uma Prejereba no pincho numa estrutura (gaivota morta boiando) e um Badejo Saltão, os dois peixes capturados pelo Léo.

Leonardo Bertazolli com um Badejo.

 A pesca de garoupa nas 30 milhas é muito boa porém nem sempre têm ação das monstras. Dessa maneira as tralhas leves fizeram a diferença para entreter a pescaria durante os períodos sem ação de peixe. Os peixes Vermelhos Parnamirim, uma espécie muito saborosa na culinária, foram quem deram as caras na pesca de pargueira.

Foi uma pescaria sensacional, nossos pais adoraram e nós muito mais. Afinal das contas, o propósito dessa pescaria era que os dois pescadores de Mato Grosso, criados na pescaria de Pantanal, descobrissem as vantagens de pescar no mar, principalmente embarcado com um bom guia. Missão cumprida!



Sua assinatura não pôde ser validada.

 


Você fez sua assinatura com sucesso.

 

Fique por Dentro, Inscreva-se!

Assine nossa newsletter do Blog Corricos e mantenha-se atualizado, recebendo todos conteudos por email.


ASSINAR





Compartilhe esta postagem

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments