SEM CATEGORIA

Como Escolher Vara para Tucunaré

A pesca do Tucunaré é uma das modalidades de mais esportividade, seja por ser um peixe valente e brigador e também por ser encontrado em quase todos Estados e pescado por pescadores de iscas artificiais e iscas vivas.

Nesse artigo vamos entender os principais conceitos necessários de como escolher vara para Tucunaré. 

Como escolher Vara para Tucunaré usando Iscas Artificiais.

Libragem

Procure varas entre 10 a 17lb, isso significa que um conjunto com essa vara funciona bem com linhas multifilamento de até 20lb. Ao falar de libragem entendemos a resistência que a vara de pesca precisa ter, e nesse caso, os tucunarés azuis e amarelos exigem na média um equipamento acima de 17lb.  Caso tenha alguma dúvida sobre a definição da libragem, clique aqui para ler nossa matéria de como escolher sua vara de pesca.

Ação da Vara

Para pesca de Tucunaré usamos varas de ação Média Rápida ou Rápida. Para utilização de varas rápida usamos na modalidade de pesca com iscas de superfície, isso irá fazer com que seu trabalho de isca seja mais assertivo, afinal a vara não absorve energia ao trabalhar com toque de ponteira de vara. Outra vantagem em utilizar varas de ação rápida é o poder de fisgada, ao usar uma vara rápida a resposta de fisgada é mais rápida. Porém, para alguns pescadores isso pode ser um problema, pois ao fisgar um pouco cedo demais, pode tirar a isca da boca do peixe. Trabalhe seu tempo de fisgada.

Outra opção é escolher varas médias rápidas, essas varas são pouca coisa mais lentas que as varas citadas acima. A vantagem desse tipo de vara é para trabalhar iscas de meia água, principalmente aquelas com barbelas mais longas que o trabalho é no recolhimento. Uma vara de ação rápida nesse tipo de trabalho faria com que a isca não vibrasse tanto e nadasse mais reta.

Tamanho de Vara

Por muito tempo, usou muito varas curtas de 5’3’’ pés de comprimento. Essas varas curtíssimas eram sinônimo de precisão de arremesso. Porém, atualmente não tem muita saída esse comprimento de vara. Hoje temos que na modalidade de pesca do tucunaré amarelo e azul uma variação de tamanho de no mínimo 5’6’’ (1,68m) e no máximo de 6’3’’ (1,90m), sendo os tamanhos 5’8 e 6’0 (1,80m) os mais vendidos.

Quanto maior a vara mais longo o arremesso e quanto mais curto melhor chance de precisão ao pescador. Assim como, varas longas permitem um poder de fisgada maior. A pesca do tucunaré exige técnica e bons arremessos, porém por ser um peixe brigador devemos ter uma vara que dê conta de segurar o bruto de ir em direção a galhada. Dessa maneira as varas 5’8 e 6’0 são as que atingem a melhor combinação de benefícios para esse peixe. Nada te impede de pescar com varas 6’6’’, estaria sendo inovador e ditando uma tendência que vem chegando aos poucos no mercado brasileiro de pesca esportiva que é o uso de varas longas para iscas artificiais.

Material da Vara

Para a pesca de tucunaré com iscas artificiais o ideal é o uso de vara de fibra de carbono. O carbono possui uma leveza maior e principalmente tem ação mais rápida que os outros materiais. Em geral o carbono pode possuir várias denominações que determinam sua pureza e concentração. Tome muito cuidado sempre ao transportar varas de carbono, pois sem perceber ela pode triscar em uma batida e em seguida quebrar ao arremessar ou fisgar.

Uma dica muito importante é nunca ultrapassar o limite de envergadura da vara, ou seja, forçar ela de maneira negativa. Ao trazer um peixe próximo ao barco ou barranco tome cuidado e não recolha demais, antes de pegá-lo com alicate ou passaguá certifique-se que a vara não dobrará para baixo. 

As varas de carbono podem ser tubulares ou maciças. Em geral, as vara tubulares são as mais indicadas por trazer leveza ao equipamento. Um detalhe importante é que varas de molinete não podem receber carretilhas e assim como varas de carbono para carretilhas não podem receber molinete. Você aumenta drasticamente a chance de quebrar a vara por forçar a alma do blank de carbono.

Componentes

Os passadores e ponteira são os componentes que irão garantir durabilidade ao seu equipamento. Um passador e ponteira de boa qualidade irá durar mais tempo sem trincar e também irá desempenhar melhor seu arremesso pois evita atrito na linha.

Outro componente importante é o reel seat, o local onde encaixamos a carretilha e o molinete. Um reel seat de boa qualidade não empena e também traz sensibilidade ao conjunto.

Uma dica importante é escolher varas com cabos não muito longos, afinal uma vara com cabo longo irá atrapalhar seu desempenho de trabalho de isca. Além de ficar batendo em seu anti-braço.

Aplicação

As varas mais usadas para pesca de tucunaré são de aplicação de carretilha de perfil baixo. O uso de carretilhas nessa pescaria é primordial pela auto nível de taxa de recolhimento. O que é isso? A taxa de recolhimento é a quantidade de recolhimento de linha que se tem em uma volta completa da manivela. Para uso de iscas de superfície as varas com aplicação para carretilha funcionam  melhor, além de favorecer um arremesso mais preciso para pescarias de fundo, meia agua e com iscas softs, a pescaria de molinete pode ser mais vantajosa. Afinal tem uma pegada mais dinâmica e confortável para trabalhar as iscas e principalmente na fisgada. Isso vai muito de gosto, mas em geral para pesca do Tucunaré é mais compatível as pescarias com carretilha.

Marcas

As marcas mais usadas para essa pescaria são:

Rapala

Shimano

Lumis

Saint Plus

Maruri

Para conhecer nossas varas específicas para essa modalidade, e aprender como escolher vara para tucunaré, clique no botão verde abaixo! 

Obrigado, espero que tenha ajudado.

Forte abraço e Peixe na Linha!