DICAS, DICAS PESCA EM RIO

Como escolher vara para Traíra

A pesca de Traíra tem atraído cada vez mais adeptos para pesca esportiva, principalmente na modalidade de pesca com isca artificial. Por ser um peixe presente em quase todos os rios e lagos do país e por ter boa ação durante o verão e inverno, essa pesca é muito indicada para quem está começando a pescar com isca artificial. Nesse artigo vamos descobrir como escolher vara para Traíra da maneira a facilitar sua vida, tanto na fisgada, trabalho de isca e arremesso.

Ação da Vara

Para pescar Traíra é necessário ter uma vara de ação média rápida ou rápida. Varas de ação lenta podem atrapalhar sua pescaria principalmente na fisgada. Durante a fisgada acabamos por imprimir uma energia e queremos que essa energia chegue ao anzol e fisgue a boca do peixe. Com uma vara lenta essa energia se dissipa e o próprio blank da vara absorve a energia, fazendo com que a fisgada seja tímida. Já com uma vara de ação extra rápida, essa energia chega muito forte na ponta da linha e muitas vezes acaba por tirar a isca da boca do peixe. Assim, as varas com ação média rápida e rápida são as melhores.

Material da Vara

Ao escolher uma vara para Traíra, fique entre as varas de carbono tubular. Esse tipo de composição é o mais sensível do mercado e fornece uma vantagem ao pescador quando sente uma batida, principalmente na pescaria de fundo. Outra vantagem de usar uma vara de blanck de carbono tubular é que em geral a rigidez desse material permite uma ação que procuramos. Além de tudo, fica com equipamento bem leve.

Tamanho da Vara

Varas Curtas 5’8’’ a 6’0’’

Para pesca com iscas artificiais principalmente zaras e frogs é muito comum usar varas desse tamanho devido a vantagem em precisão no arremesso. Repare que na pesca de Traíra com iscas artificiais de superfície é bem comum a ação ocorrer próximo à margem. Por esse motivo alguns pescadores preferem varas com maior precisão para arremesso debaixo de galhadas e estruturas.

Varas Longas 6’3’’ a 6’6’’

Para pesca com iscas soft recomendo fortemente as varas de tamanhos 6’3 e 6’6. Uma vara mais longa te dá maior poder de fisgada o que ajuda a fechar a boca óssea da Traíra.

Vale lembrar também que varas longas têm maior facilidade de arremesso, arremessos mais longos ajudam a cobrir uma área maior. Outra vantagem de usar uma vara mais comprida que o convencional é na pescaria mais próxima ao barranco, você pode desviar de estruturas com mais praticidade.

Carretilha ou Molinete

Em geral, os pescadores de Traíra tem um alto apego a usar carretilhas para pesca com isca artificial. Principalmente porque a escola de pesca com iscas de superfície é muito pulsante no Brasil. Uma vez que a carretilha permite maior precisão em seu arremesso, a pesca com carretilha é ideal se você pretende maior dinamismo na pescaria, afinal o arremesso preciso aliado ao recolhimento rápido é primordial para melhorar sua eficiência.

Porém, nos últimos anos tem-se difundido muito a pesca com iscas softs, isto é, iscas de silicone. Para esse modalidade mais técnica e de fundo muitas vezes usamos equipamentos mais finesse e o molinete permite um conjunto mais equilibrado. Além disso, caso você seja iniciante e não tenha tanta prática de arremesso com carretilha, uma vara 6’3’’ para molinete é o conjunto ideal.

 É isso aí pessoal, espero que consiga melhor como escolher vara para Traíra. Clique abaixo para ver nossa seleção.

VARAS INDICADAS PARA A PESCA DE TRAÍRAS

Obrigado e até a próxima.